MID – Movimento Internacional de Dança 2016  – CCBBs Brasília (DF) e Belo Horizonte(MG)

 

Realizado no Distrito Federal e Minas Gerais o evento reúne companhias brasileiras e internacionais representantes da diversidade de vertentes do movimento artístico. O MID coloca a dança em cena com sua rica diversidade e em suas diferentes vertentes e segmentos. Espetáculos de dança contemporânea, dança de rua, Hip Hop, batalha de break, espetáculo infantil e workshops, residência artística, palco aberto e ação de formação para alunos da rede pública de ensino formam uma programação ampla em recorte curatorial que abarca sua riqueza estética. Em Brasília, foram apresentados cinco espetáculos internacionais, dois nacionais e quatro locais em quatro regiões – Brasília, Taguatinga, Gama e Ceilândia. Esta iniciativa contou com Lei Federal de Incentivo à Cultura.

A Dança é um dos segmentos da produção das Artes Vivas que mais sofre com a falta de políticas públicas. O MID, no seu conjunto de ações, ocupa um espaço sistematizado de fomento e promoção da Dança realizada no DF. Além de oficinas de qualificação profissional e a realização de residência artística com nomes expressivos da produção da Dança no mundo o projeto vem contribuindo para a circulação nacional e internacional dos espetáculos produzidos no DF. Com um formato de plataforma e rodada de negócios. Em outubro de 2016 foram convidados 10 programadores de festivais de dança sendo 1 francês, 3 da América Latina e 6 brasileiros. Os programadores assistiram aos espetáculos e depois de cada apresentação, juntos programadores e diretores dos espetáculos, foram convidados para um encontro informal para falarem sobre o espetáculo, e o interesse em programá-los. Como resultado já messurado a coreógrafa Luciana Lará já realizou uma oficina em Assunção e o seu espetáculo De Carne e Concreto abrirá a IX edição do Festival Viva Dança em Salvador. O espetáculo Fio a Fio de Giselle Rodrigues e Edi Oliveira foi convidado a compor a programação do Festival Internacional de Dança do Panamá. Inúmeras outros articulações estão em andamento.

Um outro desafio do MID foi a realização de uma ação de formação em 3 movimentos, a exemplo do FTB, sendo que desta vez teve como publico alvo 530 alunos com Deficiência Intelectual e seus mais de 50 professores.

Acesse o site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *